Início » Acontece » UPE e Eeact Labs firmam parceria com a empresa “Comeia”

UPE e Eeact Labs firmam parceria com a empresa “Comeia”

O projeto “Comeia” acaba de fechar um acordo de cooperação técnica e intercâmbio científico e tecnológico com a Universidade de Pernambuco (UPE) e React Labs. A iniciativa visa a melhoria da qualidade dos processos e gestão de dívida técnica nos projetos de software da empresa “Comeia”.

O React Labs é um laboratório de pesquisa e inovação do Instituto de Inovação Tecnológica da UPE (IIT), com coordenação do prof. dr. Wylliams Santos e tem foco em engenharia de software e gestão de projetos de software.

Essa é uma iniciativa muito importante para o ecossistema de inovação e tecnologia de Caruaru região. A parceria possibilita uma ampla colaboração entre a Universidade e empresa, viabilizando que os alunos de graduação, mestrado e doutorado realizem pesquisas aplicadas com foco em problemas reais.

A duração do projeto é de 6 meses, mas com vasto interesse de renovação e ampliação entre as partes. “Essa parceria acontece em um momento muito oportuno, pois recentemente o Programa de Pós-graduação em Engenharia de Computação (PPGEC) da Escola Politécnica da Universidade de Pernambuco expandiu o programa de mestrado e doutorado para a UPE Caruaru. Com isso, abre-se oportunidade para mais pesquisas com foco nas problemáticas dos contextos locais com impacto global. Essa iniciativa também está em alinhamento com as ações estratégicas do governo para o incentivo à pesquisa e inovação, consolidando a cidade de Caruaru e região como um polo de tecnologia do estado”, explica Wylliams Santos, prof. da UPE Caruaru e membro permanente do Programa de Pós-Graduação em Engenharia da Computação (PPGEC).

“Atualmente, dois alunos estão no projeto – um em graduação e outro em mestrado – ambos colaboradores da Comeia, sob orientação do prof. Wylliams Santos. Com essa parceria, a empresa de soluções tecnológicas posiciona-se como uma incentivadora de pesquisa e inovação. Além de reter talentos na região e incentivar o crescimento tecnológico produzindo também para o segmento da indústria” ressalta Rafael Soares, diretor da Comeia.

A Universidade de Pernambuco visualiza esse intercâmbio com bastante otimismo, pois essa aproximação permite uma melhor formação acadêmica para a graduação, mestrado e doutorado, uma vez que os alunos e pesquisadores passam a desenvolver as suas pesquisas aplicadas à realidade local da empresa, além de disseminar o conhecimento gerado por meio de produções científicas, afirma o prof. Wylliams. Ele afirma que a ideia é contemplar alunos da UPE.

Curta e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de Notícias

setembro 2020
D S T Q Q S S
« ago   out »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com