top of page

Acic homenageia os 30 anos de fundação do Núcleo Especial da Mulher Executiva de Caruaru


A Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) prestou, nesta segunda-feira (15), uma justa homenagem. Retornaram à Instituição integrantes do Núcleo Especial da Mulher Executiva de Caruaru (Neme) que, em 2022, completou 30 anos de fundação. O grupo é responsável pelo aumento da participação feminina nas ações da Associação, inspirando as mulheres que fazem parte da Acic até hoje, além de ser protagonista também da integração das mulheres às atividades econômicas, sociais, políticas e culturais da Cidade.


Desde o seu surgimento oficial, em 1992, o Neme foi precursor de importantes avanços para as mulheres em áreas como saúde, educação e empreendedorismo, que têm repercussões visíveis até os dias atuais. “Elas foram responsáveis pelo posicionamento da mulher empresária e empreendedora há 30 anos atrás, então, estando na posição de presidente, era quase uma obrigação reconhecer e valorizar o trabalho delas, além de inspirar com esse legado as mulheres que vão estar à frente de associações e de movimentos”, ressaltou a presidente da Acic, Ivania Porto.


A ex-presidente do NEME de 1997 a 1998, Nedja Sete, esteve presente e destacou a iniciativa da atual gestão da Acic em reconhecer a importância do Núcleo. “É fundamental enfatizar que essa iniciativa de Ivânia Porto foi um trabalho através da ideia e do projeto de Lúcia Pimentel que integrou um grande número de mulheres, visando o desenvolvimento pessoal, profissional e a contribuição com a própria comunidade. Foi uma honra e um prazer imenso essa homenagem e guardamos no coração esse reconhecimento da Acic”, celebrou Nedja Sete.


O legado do NEME inspira a Acic Mulher, que ficou responsável pela defesa dos interesses das empreendedoras na Associação, após a dissolução do NEME em 2012. “É de grande importância esse encontro para homenagear essas nossas professoras, principalmente, na gestão da primeira mulher presidente da Acic. Foi um prazer receber essas mulheres que iniciaram há 30 anos uma luta pela representatividade”, finalizou Ana Paula Tavares, presidente da Acic Mulher.

コメント


bottom of page