• blogdajaciara

Carnaval de Recife e Olinda em exposição no Shopping Tacaruna


Como forma de homenagear a riqueza e a magia do carnaval do Recife e Olinda, o Shopping Tacaruna apresenta a exposição “Folia Cultural”, assinada pelo artista plástico, designer e cenógrafo Leopoldo Nóbrega e a designer Germana Xavier. A mostra está em cartaz no Espaço Cultural do Tacaruna, no segundo piso do mall, de 02 de fevereiro a 03 de março. “Esta é uma grata oportunidade de revisitar as memórias e o espírito do carnaval com a alegria, a dinâmica das cores e formas, e a expectativa de esperança para os próximos carnavais, já que este ano, mais uma vez não teremos a tradicional festa popular por conta da pandemia”, revela Nóbrega.

A exposição traz quatro grandes painéis de fotocolagens, assinados pelo fotógrafo Horst Lambert, sendo dois em homenagem ao Galo da Madrugada de 2020 (último carnaval antes da pandemia da Covid-19), e dois paineis que fazem um mix com a memória do carnaval do Recife e Olinda. Nos paineis sobre a Marim dos Caetés, há imagens do maracatu, caboclo de lança, casario da Pitombeira e a multidão de foliões nas ladeiras do Sítio Histórico. Já os painéis de referência à capital pernambucana trazem como ícones os passistas de frevo, tocadores de trompete e os cenários do Marco Zero, com os prédios históricos de arquitetura com influência holandesa.

A exposição “Folia Cultural” acolhe a mostra “Um carnaval de olho no futuro”, que traz 30 fotos inéditas, também assinadas pelo fotógrafo Horst Lambert, do making off das etapas de construção e oficinas da fantasia da escultura do Galo da Madrugada, em 2020. Com curadoria de Leopoldo Nóbrega e Germana Xavier, a exposição faz o público voltar no tempo com a expectativa de quando teremos carnaval novamente. “Refletimos a nossa importância dentro de uma manifestação folclórica, tradicional, com um olhar de inovação, como foi o Galo daquele ano”, fala Nóbrega.

“Durante o processo de escolha das imagens que compõem a exposição tive o sentimento de saudade, dos dias efervescentes, musicais e coloridos do nosso carnaval. Também de gratidão por participar desse grandioso projeto que foi a confecção do Galo e a esperança de logo vivermos mais carnavais de rua”, ressalta Horst Lambert.

Naquela edição, a alegoria foi vestida com o colorido da arte circense e batizado como “Galo Circense de olho no futuro”. A escultura apostou no conceito de sustentabilidade com o reaproveitamento de mil discos de vinil descartados pela indústria fonográfica de Pernambuco, para compor a fantasia.

Um dos destaques do processo criativo da alegoria do Galo foi a participação ativa e cocriativa de mais de 740 crianças do Brasil e do mundo, forma lúdica. Os vinis foram usados como mega lantejoulas compondo o figurino, sendo metade deles pintados pelos pequenos artistas. Para preparar as peças, foram realizadas mais de 30 oficinas de cocriação no Recife, Fortaleza, Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e New York (EUA). Uma prática integrativa, potencializada pelos fundamentos da Eco Arte Educação, idealizado pela artista plástica e professora Maria do Carmo Xavier.


Em 2020, a escultura gigante do Galo da Madrugada contou com iluminação e efeitos digitais. Ao todo, foram 38 placas de LED outdoor de alta resolução e mais de mil clusters de LED, que iluminaram o gigante, dia e noite. A tecnologia LED, considerada energia limpa, contribuiu para o baixo consumo energético para o funcionamento da alegoria. Cada placa de LED fez parte de um mapa digital com programação de efeitos gráficos e luminosos.

Este ano, o Clube de Máscaras Galo da Madrugada completa 44 anos de história, com o título de o maior bloco carnavalesco do mundo, que arrasta mais de dois milhões de foliões pelas ruas do Centro do Recife, todo sábado de Zé Pereira. Em 2022, também se comemora o centenário do seu fundador, Enéas Freire, falecido em 2008.

Serviço:

Exposição em homenagem ao carnaval do Recife e Olinda

De 02 de fevereiro a 03 de março, no Shopping Tacaruna

Durante o horário de funcionamento do mall

Acesso gratuito


Fotos: Sophia Aires