• blogdajaciara

Clínica de transição chega ao Recife


Com uma proposta de cuidado integral das legítimas necessidades de pacientes e seus familiares, em suas dimensões física, psicológica, espiritual e social, chega no Recife a Clínica Florence. A clínica de transição, especializada no tratamento de pacientes em reabilitação e cuidados paliativos, deu início a suas operações na cidade, localizada no bairro das Graças, e conta, em sua estrutura, com um casarão de 600m², relíquia da arquitetura do século XIX.

Com 76 leitos, essa é a primeira unidade da Florence fora de Salvador (BA), o que dá início a sua expansão para outras capitais do Nordeste. Com um modelo assistencial diferenciado, a Clínica Florence é focada em oferecer um ambiente humanizado, com interações flexíveis a partir da necessidade de cada paciente e seus familiares, promovendo acolhimento e melhora na qualidade de vida.

“Ao longo dos últimos quatro anos, a Florence tem impactado a qualidade de vida de muitos pacientes e familiares, sendo motivo de orgulho para o seguimento de saúde na Bahia. Neste contexto, nossa aspiração de crescimento se torna um dever, uma obrigação de levar o jeito Florence para mais pessoas”, afirma Dr. Lucas Andrade, médico, idealizador e CEO da Clínica Florence.

A Florence atende pacientes, em sua maioria procedentes de hospitais gerais, com indicação de cuidados multidisciplinares complexos, com intuito de reabilitação intensiva (funcional e adequação de cuidados), redução da complexidade dos cuidados, capacitação de familiares e controle de sintomas em todas as suas dimensões. A humanização no atendimento é premissa na Florence. As visitas na Clínica são permitidas 24 horas por dia, sete dias por semana. Acontecem também visitas programadas de crianças e animais de estimação, além de organização da comemoração de datas especiais com familiares e amigos (necessário agendamento prévio em função da pandemia).