top of page

Muita emoção marca pré-estreia da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém



Com interpretações marcadas pela emoção, a Paixão de Cristo de Nova Jerusalém realizou sua pré-estreia nesta sexta-feira para um público de cerca de 3 mil pessoas incluindo profissionais da imprensa, influenciadores digitais e autoridades, com destaque para a governadora de Pernambuco Raquel Lyra. A temporada 2024 será aberta para o grande público neste sábado e se encerra no próximo dia 30. A expectativa dos organizadores é de que este ano a encenação receba cerca de 70 mil pessoas em oito dias de apresentações.


Influenciados pelos perfis marcantes de seus personagens, os artistas do elenco principal Allan Souza Lima, como Jesus, Mayana Neiva, que vive Maria, e Dalton Vigh, no papel de Pilatos, colocaram o coração em suas interpretações e se mostraram visivelmente emocionados nas cenas mais fortes do drama.



No elenco de atores e atrizes pernambucanos, também se destacaram com atuações magistrais Eduardo Japiassu (Herodes), Marina Pacheco (Madalena), Fernanda Espíndola (Herodíades), Ricardo Mourão (Caifás), Zé Barbosa (Judas) José Mário Austregésilo (Anás) e Washington Machado (João).


Ao lado de Jesus, Maria, Pilatos, esses outros personagens bíblicos ganham vida contribuindo para retratar os conflitos e dilemas morais que permearam os eventos da trama. Cada cena é executada com uma intensidade dramática que mantém o público cativado do início ao fim, enquanto a história se desenrola com uma combinação de reverência e espetáculo.



Na entrevista coletiva após o espetáculo Allan Souza Lima fez um relato que pode explicar a carga dramática que imprimiu ao seu personagem. “A gente está falando sobre uma história que mexe com a fé de muita gente e vem mexendo com a minha fé, vem mexendo com a minha emoção. Depois de 14 anos, de uns dois meses para cá, eu voltei a rezar. Não sei o que vai acontecer com isso, mas é eu acho que eu estou no novo processo de vida”, disse o ator que se diz muito feliz por pela oportunidade de ser o protagonista em Nova Jerusalém. “Estou me sentindo em casa, estou sendo muito bem acolhido pelo elenco e toda equipe.



Para Mayana Neiva, viver Maria também é uma experiência impactante. “Viver Nossa Senhora é muito especial para mim, aprofunda e aumenta a minha fé. Eu nunca imaginei poder viver essa personagem, me aproximar dessa figura que é tão amada e tão complexa. Ela é um canal de luz e um símbolo sagrado”, afirma. Por outro lado, ela revela que procura humanizar essa figura que tem um certo aspecto mitológico. “Procuro trazer para o que ela está vivendo, a dor que ela sente momento a momento, viver a sua humanidade”, ressalta.

Dalton Vigh revela que fazer parte do elenco da Paixão de Cristo também tem ajudado a aumentar a sua fé. Embora seu personagem seja visto como vilão para a maioria das pessoas, sua opinião é diferente: “Essa pecha de carrasco é uma coisa que eu sempre questionei. Eu enxergo nele um Pilatos humano, Acho que ele estava cumprindo o papel dele. Pilatos não via Jesus Cristo como uma ameaça para Roma. Ele via como um problema dos judeus, tanto é que a atitude que ele toma é essa: ‘Vocês é que estão escolhendo, não tenho nada a ver com isso’ ", diz.



A pernambucana Marina Pacheco, que interpreta Maria Madalena, afirma que, para ela, é uma grande honra representar uma mulher tão forte que viveu a frente do seu tempo, que tinha voz, que tinha sua missão. “Poder conhecer e interpretar há três anos essa personagem, que é emblemática, para mim tem sido um presente”, disse. Neta de Plínio e Diva Pacheco, idealizadores de construtores da Nova Jerusalém, ela conta que começou nos palcos da Nova Jerusalém ainda criança e que tem como missão ajudar a perpetuar esse projeto cultural que tanto orgulha os pernambucanos. “Para mim é muito especial poder fazer parte da história desse teatro que promove arte e a cultura já há tantos anos e cultura é a identidade de um povo”, afirmou.



Outros pontos que chamaram a atenção no espetáculo deste ano foram os novos efeitos especiais nos cenários do Sermão da Montanha e do Horto nos quais são utilizadas máquinas de fogo que projetam labaredas enquanto Jesus é tentado pelos demônios. Na cena final da ascensão, novos canhões de luz dão um efeito de esplendor magnífico enquanto Jesus sobe aos céus. Os ingressos da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém podem ser adquiridos pelo site www.novajerusalém.com.br.

Yorumlar


bottom of page