top of page

“A bruxinha que era boa” aporta no Sesc Caruaru



A Cia de Projetos Cênicos, de Santa Cruz do Capibaribe, traz aos palcos caruaruenses o espetáculo infantil “A bruxinha que era boa”, de Maria Clara Machado, em uma remontagem celebrativa, com encenação e direção artística de Márcio Maracajá. As apresentações acontecem nos próximos dias 08 e 09, sábado e domingo, às 16h, no Teatro Rui Limeira Rosal, no Sesc Caruaru.


O espetáculo conta a história de Ângela, uma bruxinha que enfrenta o desafio de ser muito diferente das outras bruxas que frequentam a Escola de Maldades da Floresta. Em um dado momento, as bruxinhas serão avaliadas e uma delas ganhará o título de pior bruxinha de todas e receberá o prêmio, a tão sonhada vassoura a jato!


Durante o desenrolar da história, Pedrinho, um jovem lenhador, conhece Ângela e os dois constroem uma linda amizade. A mensagem da peça deixa claro que não se pode julgar uma pessoa pela aparência, pois na história Pedrinho vê o interior de Ângela e descobre que a bruxinha à sua frente não é nada malvada.


Em cena, atrizes da primeira versão do espetáculo que foi montada em Santa Cruz do Capibaribe, em 2001, se unem com jovens atores para contar essa história mais uma vez. O espetáculo tem em seus cenários, figurinos e adereços resíduos da produção de moda da cidade, fazendo o público refletir sobre os impactos ambientais e seus descartes.


Ingressos antecipados ao valor de R$ 30 podem ser adquiridos através do sympla, no endereço: www.sympla.com.br/a-bruxinha-que-era-boa-caruaru__2044281.Na bilheteria do teatro, crianças pagam R$ 30 e adultos, R$ 40. Lembrando que meia entrada só na bilheteria ao valor de R$ 20 para estudantes, idosos e professores, mediante comprovação.

Comentarios


bottom of page