top of page

Papangus de Bezerros ganham ala no desfile da Mocidade



Como já é de conhecimento de todos, o Alto do Moura será cantado na Sapucaí pela escola de samba de samba Mocidade Independente de Padre Miguel, no próximo carnaval. Com o enredo "Terra de meu chão, Estrelas de meu céu", o legado do Mestre Vitalino estará estampado em cada parte do desfile através de seus discípulos que perpetuam a obra do barro no Brasil e no mundo.


O enredo foi estudado e planejado pelo premiado carnavalesco Marcus Ferreira, que vem sendo destaque por ser inovador e que sempre traz projetos de brasilidade. A Mocidade vai trazer a magia e a emoção da cultura traduzida em um samba enredo que promete emocionar toda Sapucaí.


Das inúmeras Alas que a escola levará para a Sapucaí, uma delas fará uma homenagem aos Papangus de Bezerros, uma alusão aos bonecos mascarados do Mestre Manoel Eudócio. As expressões artísticas moldadas pelas mãos dos artesãos do Alto do Moura retratam o nosso Nordeste, o nosso país.


Para o embaixador da Mocidade em Pernambuco, o multiartista Sérgio Brayner, a homenagem é singular e expressiva. "Fiquei muito honrado por representar a escola no meu estado e por ter minha cidade intitulada em uma Ala de minha mocidade", disse. Serginho, como é conhecido, estará levando um grupo de pessoas de Caruaru e de outras partes do país para desfilarem na Mocidade. O desfile acontece dia 19 de fevereiro, às 23h, na Marquês de Sapucaí. A Mocidade será a terceira escola de samba da noite e terá o desfile transmitido ao vivo pela TV Globo.

Comentarios


bottom of page